A felicidade é uma ferramenta com a qual nos conetamos em Retiro!
Os Retiros de Felicidade para a Gestão de Topo recorrem à natureza, às artes e à meditação. Porque a felicidade não se compra avulso, não é só um conjunto de momentos, muito menos uma migalha… – a felicidade é um modo, é uma ferramenta que se encontra dentro de nós e que nos protege do caos.
Conectarmo-nos com o estado de felicidade é um privilégio. Brindemos!!!
Desafio

São autênticas formações out-door, mas muito mais do que o tradicional teambulding. Os Retiros Corporativos representam ações bem fora da caixa que exigem coragem para o reencontro com o “eu” de cada um. Muitas vezes estes eventos podem ser confundidos com reuniões fora do ambiente de trabalho tendo um jantar ou atividade como bónus. Desengane-se! Para a gestão de topo, um Retiro Corporativo representa uma saída da zona de conforto onde se fomentam novas sensações e experiências, onde se valoriza o desconhecido e o diferente. Um enorme desafio!

A aposta numa formação com este cariz é um investimento, um verdadeiro reset às energias individuais e coletivas duma organização. Nestes eventos as pessoas conhecem-se melhor, descobrem os seus limites, ultrapassam medos, elevam os seus níveis de felicidade e melhoram-se enquanto seres humanos. O sucesso duma empresa em tudo está relacionado com o sucesso de cada pessoa que a ela pertence, já o sabemos. Mas num mundo onde a inteligência artificial ganha cota, a inteligência emocional e espiritual tornou-se um requisito indispensável. Ser boa pessoa é tão importante quanto ter um bom curriculum.

Parar

Estas experiências podem acontecer de vários modos, desde o contato com a natureza e com a arte, passando pelo yoga, meditação, silêncio e caminhadas, até ao desporto e alimentação de qualidade… permitindo aos participantes uma paragem. Sair da caixa, sair do ambiente habitual e procurar uma reconexão num outro ambiente, estranho, ou até adverso, representa um grande desafio individual e coletivo, mas certeiro! Os Retiros podem ser de cariz espiritual, artístico, criativo, meditativo, desportivo, silêncio, yogui, budista, jejum … ou uma mescla exclusiva e surpreendente.

A tudo isto, obvio, estará associado um elevado e experiente know-how em organização e planeamento de eventos alternativos, funcionais e sensoriais.

Para um bom profissional, parar é essencial para evoluirmos enquanto pessoas: se formos melhores pessoas, melhores profissionais seremos! Parar é importante para depois arrancar de novo e superar metas; para transformar empresas em locais cheios de talento; para humanizar locais de trabalho. Parar para descansar, para ouvir o coração… com tempo, disponibilidade e abertura.

Parar para (re)conectar!

Todos sabemos que o segredo do sucesso profissional é a habilitação técnica. Acrescente agora a orientação espiritual, a prática desportiva e a alimentação saudável. Aguarde os resultados…

Benefícios

São inúmeros os benefícios dos Retiros: eles ajudam as pessoas a lidar com processos difíceis; transformam talentos individuais em coletivos; ensinam pessoas muito cerebrais a promoverem o relaxamento; apuram sentidos; desenvolvem humildade e domesticam egos; organizam pensamentos e vidas; tratam a alma; melhoram competências não técnicas; aumentam a cumplicidade entre pessoas; ensinam a lidar com as diferenças, estimulando a amplitude do pensamento; fomentam uma espécie de compromisso global; desenvolvem o espirito de partilha; ensinam a desenvolver esforços pelo coletivo; estimulam valores como a  humildade e a paciência; ajudam a treinar a mente e a identificar o foco, aqui e agora; aumentam o grau de satisfação de pertença a uma equipa, elevando níveis de felicidade e confiança.

Viver

A pessoa é única e não deveria ter de se dividir entre trabalho e família. Ambos são um todo!.

Numa vertente de formação individual, gestão de talentos e equipas, estes retiros são um verdadeiro trabalho de autoconhecimento na perceção de onde se pode melhorar e evoluir. Exigem “open mind” para as pessoas se darem a conhecer, partilhando forças e fracassos.

Organiza-los

Os retiros corporativos exigem uma quantidade considerável de tempo, para serem pensados e planeados. A existência de um facilitador externo é de extrema importância na fase de planeamento do retiro e durante o mesmo. Ele dinamiza e explora o evento sem ideias predeterminadas e potenciará o seu impacto.

Pessoas mais felizes são pessoas mais produtivas. Têm pensamento elástico!

Luis Pedro

Author Luis Pedro

More posts by Luis Pedro

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.